Home / Psicologia e Psicoterapia

    Psicologia e Psicoterapia

    Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia, e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre à margem de nós mesmos.

    (Fernando Teixeira de Andrade)

    A Clínica Inteligente sabe que todos nós, em algum período da vida, podemos sentir a necessidade de procurar um técnico especializado que ajude a clarificar as razões das nossas dificuldades e a elaborar estratégias de intervenção para aliviar o sofrimento e restabelecer o nosso bem-estar e equilíbrio emocional.

    A nossa intervenção é pautada pelas diretrizes do Código Deontológico da Ordem dos Psicólogos Portugueses, que preserva a confidencialidade dos pacientes e o respeito pela dignidade e autonomia individual.

    1) Avaliação Psicológica

    As consultas de avaliação psicológica centram-se na utilização de testes e técnicas psicológicas que avaliam o funcionamento psíquico num determinado momento e que permitem diagnosticar aspetos cognitivos, emocionais e de personalidade. É a partir da avaliação psicológica que é possível realizar um diagnóstico fiável e desenvolver uma intervenção psicoterapêutica adequada e eficaz.

    2) Psicoterapia – Crianças

    O objetivo é ajudar a criança a gerir as emoções que possam estar a comprometer o seu bem-estar. A criança encontra formas de comunicar os seus conflitos, angústias e fantasias através de métodos lúdicos como jogos, brinquedos, desenhos, dramatizações e pinturas. As técnicas terapêuticas aplicadas variam consoante a idade da criança e a problemática associada.

    Com o acompanhamento psicológico, a criança aprende estratégias eficazes para lidar com situações difíceis e desenvolve a capacidade de se adaptar de forma saudável a mudanças futuras.

    Causas frequentes de pedidos de consulta:

    • Insucesso ou dificuldades de integração escolar
    • Perturbações de comportamento
    • Perturbações de aprendizagem
    • Perturbações do sono
    • Perturbações alimentares
    • Dificuldades no controlo dos esfíncteres
    • Situações de perda
    • Momentos de crise: divórcio dos pais, nascimento de um irmão, mudança de
    • residência, doença crónica, entre outros.

    3) Psicoterapia – Adolescentes

    Nas consultas de psicoterapia com adolescentes oferecemos um espaço neutro, de escuta ativa, em que o adolescente é convidado a expor os seus desejos, angústias, medos e dúvidas.

    O acompanhamento psicoterapêutico permite ao adolescente pensar acerca das mudanças que estão a ocorrer no presente, resolver os conflitos trazidos da infância e possibilitar uma transição adequada à vida adulta.

    Causas frequentes de pedidos de consulta:

    • Insucesso escolar
    • Estados depressivos
    • Desinteresse/Isolamento
    • Perturbações do comportamento alimentar (anorexia/ bulimia/ obesidade)
    • Perturbações de ansiedade
    • Dificuldades ao nível da identidade ou identidade sexual
    • Comportamentos de risco (consumo de álcool/estupefacientes)
    • Dificuldades de interação com os pares
    • Gravidez na adolescência
    • Bullying

    4) Psicoterapia – Adultos

    Nas consultas de Psicoterapia com adultos procuramos promover um lugar seguro, em que estimulamos o autoconhecimento e a mudança de pensamentos, emoções e comportamentos, com vista a resolver os problemas que conduziram o paciente a procurar apoio psicológico. Procura-se uma mudança eficiente a longo prazo, no que respeita à forma como se relaciona com o mundo exterior e lida com as dificuldades que surgem no dia-a-dia.

    Causas frequentes de pedidos de consulta:

    • Distúrbios da Personalidade
    • Estados depressivos
    • Perturbações de ansiedade
    • Dificuldades de relacionamento interpessoal
    • Problemas de adaptação a uma situação de crise (divórcio, doenças crónicas e perdas)
    • Problemas relacionados com o corpo e imagem corporal
    • Abuso de substâncias (álcool, estupefacientes, medicamentos)
    • Adaptação a doença crónica.

    5) Terapia Familiar e Conjugal

    A terapia Familiar consiste num método psicoterapêutico destinado a acompanhar famílias em crise. Parte-se do princípio que as soluções se encontram no seio familiar e que o terapeuta suscita ocasiões favoráveis à mudança, colocando em evidência a participação da família na resolução dos seus problemas.

    As sessões oscilam entre os 50 e os 60 minutos e poderão estar presentes todos os membros da família nuclear ou ainda outros elementos significativos que podem estar envolvidos nas problemáticas apresentadas. Algumas sessões podem ser apenas com alguns membros ou unicamente com um individuo, a ordem e o critério destas presenças depende da família em análise e do desenrolar da terapia.

    Causas frequentes de pedidos de consulta:

    • Fases de transição como entrada de uma criança na escola, nascimento de um irmão, entre outras;
    • Dificuldades comunicacionais entre os membros da família (dificuldade em expressar as suas emoções, receios e pensamentos);
    • Dificuldade em lidar com problemáticas associadas ao desenvolvimento da criança e do adolescente;
    • Experiências de perda e luto;
    • Adaptação a doença crónica;
    • Abuso de álcool e outros estupefacientes;
    • Sobrecarga do cuidador principal de pessoas em situação de dependência.

    6) Orientação Vocacional

    Durante o percurso escolar existem momentos preponderantes nos quais o jovem tem de tomar decisões relacionadas com o seu percurso educativo, nomeadamente no que respeita à escolha dos cursos a seguir.

    A nossa proposta é:

    • Explorar as aptidões, interesses, motivações e valores dos jovens;
    • Consciencializar acerca das aptidões e competências necessárias para o exercício das diversas profissões;
    • Informar acerca das oportunidades no ensino secundário/universitário e esclarecer dúvidas relacionadas com o sistema educativo português;
    • Elaborar um perfil individual através da aplicação de provas de orientação vocacional.

    Destinatários

    • Alunos cujo percurso escolar se aproxima de momentos de decisão (9º e 12º);
    • Alunos que estejam a ponderar mudar de área/curso (10º, 11º);
    • Alunos que procurem percursos alternativos ao ensino regular (7º, 8º)

    7) Métodos de Estudo

    Paralelamente ao trabalho realizado com os professores na escola, em centros de explicações e em casa, os alunos podem beneficiar de sessões orientadoras de procedimentos e hábitos de estudo, com vista a aumentar a eficácia do tempo de estudo. É nosso intuito ajudar o aluno a refletir acerca dos procedimentos que utiliza habitualmente e ensinar um conjunto de estratégias que permitam melhorar a qualidade do trabalho realizado e as competências adquiridas.

    Sabe o que é o Coaching?
    O Coaching pode ajudar a melhorar a sua vida. Saiba mais. 

    Marcações: 965 565 034  –  [email protected]